.:.:. Educação .:.:.

Objetivos Gerais


Este trabalho tem como objetivo proporcionar à criança a vivência integral de processos integrados dos ciclos de vida, possibilitando a ela, com este estímulo, guardar todos esses aspectos como uma semente, para serem germinados durante a formação do seu Ser, florescerem e frutificarem em um adulto mais
harmonioso. Propostas de atividades, para serem desenvolvidas em um ou mais dias de trabalho, com grupos de alunos de pré-escola, 1a., 2o e 3o graus:


><><><><><><><><><><><><


(*) “...Se abandono a parte interior e acentuo o lado tecnológico, o que quer que eu faça será sempre uma educação unilateral. Cabe-me então encontrar um meio, descobrir algum modo de abranger ambos os lados.
Até hoje temos separado os dois lados. Se a educação for adequada, o estudante não os tratará como dois campos separados. Será capaz de mover-se em ambos como se fosse um só. Certo? Ao tornar-se tecnicamente perfeito, o jovem estará fazendo de si um ente humano válido. O que dissemos traz alguma luz à questão, ou não? ...”

(*) (Krishinamurti, J. - Ensinar e Aprender, Instituição cultural Krishinamurti, pg.66, 1980)

OBJETIVOS GERAIS DE ESTUDOS

Neste trabalho aqui proposto, o objetivo é desenvolver juntamente com as escolas, atividades extra classe, que possam promover a relação interdisciplinar dos conteúdos curriculares de cada ciclo de aprendizagem e, considerando também, as nuanças aplicadas pôr cada unidade de ensino em seu trabalho educacional. Só estamos desenvolvendo este tipo de atividade, porque a experiência nos tem mostrado, quão eficiente e enriquecedoras são estas vivências educacionais. Podemos em um período curto de tempo proporcionar ao aluno a oportunidade de ensaiar seus próprios passos na direção de uma autonomia intelectual e de um desenvolvimento mais evolutivo de sua consciência interior, e principalmente um relacionamento real com todos os componentes do dia-a-dia de nossas vidas.

TEMAS DESENVOLVIDOS, E ÁREAS DE ESTUDO :

As possibilidades de interação entre as atividades extra classe e as atividades cotidianas e teóricas da sala de aula são inúmeras; ”(...) é recomendável colocar o aluno em contato direto com os objetos, seres e fenômenos a serem
estudados, preferencialmente nos locais onde normalmente acontecem (...) há necessidade de se explorar o meio ambiente de forma ampla e diversificada, com isso estimula-se o aluno a observar diretamente a Natureza e os demais
elementos do mundo que o cerca, a trabalhar com os fenômenos tal como acontecem no meio e com as variáveis ambientais(...)(1) “, assim, esta forma de trabalhar o ensino possibilita aos alunos, aprenderem a propor problemas, a
buscar soluções pôr meio de processos de investigação dos quais efetivamente participem.
A titulo de exemplificar relacionamos a seguir, atividades que foram desenvolvidas pôr professores de diversas unidades de ensino e em todos os graus de ensino, em sincronia com os roteiros de estudos do SDC, que foram posteriormente desenvolvidos durante o período letivo pelas diversas áreas de ensino:

História:
Ciclo do café; período da escravidão, Brasil colônia; Revolução industrial; história regional; história contemporânea;
Geografia:
Acidentes geográficos; relevo; solos; hidrografia; vegetação; minerais; ocupação territorial; a sociedade humana;
Ciências Gerais, Biologia, Química, Física:
Os minerais, a matéria orgânica e inorgânica, os seres vivos, os vegetais (em suas diversas fases, formas, formações e integração com a natureza), os animais domésticos e silvestres (forma de vida, interação com o ser humano), o ser
humano (saúde, alimentação, seu organismo, suas ações), a energia (elétrica, solar, hidráulica, mecânica), os elementos químicos e suas diversas formas de apresentação na natureza, a relação do ser humano com todas essas formas de vida no planeta Terra
Matemática:
em todos os itens acima descritos, não existe um que não envolva alguma forma de aplicação matemática, em todos os momentos o aluno se depara com a necessidade de conhecer melhor, para aplicar na prática as diversas teorias matemáticas que vê apenas em livros
Português:
não seria possível nenhum aprendizado destes que descrevemos, se não houvesse uma forma de comunicação. Esta comunicação aplicada, como é através destes estudos extra classe, ressalta no aluno o interesse de conhecer melhor o idioma com o qual se comunica nesse vasto universo que se abre, e os próprios temas desenvolvidos nesses estudos servem de prática de aprendizado.

Alguns objetivos gerais que interagem com as propostas escolares:
- Proporcionar condições de observar, vivênciar e perceber os fenômenos da realidade, abordada pelo estudo das diversas áreas de ensino, estimulando a reflexão sobre eles;

- Sensibilizar os alunos para a necessidade de conhecer na prática o nosso planeta como um todo e as questões relacionadas à preservação e conservação da natureza, dos seus limites vitais e para a necessidade da conscientização para o planejamento e controle ambiental;

- Conhecer propostas de trabalho e convivência harmoniosa, produtiva e de preservação da natureza, e de recuperação de áreas degradadas;

- Situar a região de atuação e participação do aluno e nela a micro-região em que atua: seus aspectosgeomorfológicos, as formações vegetais originais e atuais, as bacias hidrográficas, os recursos hídricos, os recursos de produção de alimentos e sua qualidade, etc.

- Situar neste contexto global, a importância da participação da escola , do aluno e da sociedade , para a continuidade equilibrada e harmoniosa da vida no planeta Terra.

----------------------------------------------------------------------
(1)São Paulo Secretaria da educação. coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas. Proposta curricular para o ensino de ciências e programa de saúde, 1o. grau. 3ed. SP, CENP,1988.

PROGRAMA PARA ESTUDOS

 

No trabalho desenvolvido no Sítio, em seu ritmo diário da vida no campo, estaremos experimentando um contato real com diversos ciclos da natureza que estão constante e ininterruptamente funcionando para que a “vida” possa realmente continuar. Tem-se então a rtunidade de ver de perto a natureza que Deus criou e como o ser humano vem interagindo ou interferindo. O importante é que nesta oportunidade poderemos conhecer e compreender melhor, o que é vital para o equilíbrio ecológico (clima, ciclos biológicos, a formação da água potável) e quais as maneiras e os métodos existentes atualmente para preservar e conservar este ecossistema e nele produzir. Nossa proposta é que, através da idéia central:" a unidade que é a vida no planeta”, possamos apresentar em cada roteiro de estudo do ecossistema, as partes que o compõem e como interagem no Todo. Os temas de estudo e discussão destas atividades de trabalho com os alunos, constituem-se dos seguintes tópicos:

O que existe na área rural e sua importância para a vida no planeta - a importância das áreas verdes (matas, agrícolas, pastagens, etc.) para a produção de alimentos, plantas medicinais, madeiras úteis; para agricultura florestal e a produção de outros produtos dentro das matas e capoeiras. A importância dos rios ,córregos e lagos para o clima, a formação das chuvas, para a conservação e proteção das nascentes.

Os ciclos de vida e sua observação e percepção na mata , no campo e a interação possível entre ser humano, os animais, a mata e agricultura - os vegetais; a vegetação rasteira e arbustiva, os cipós e as trepadeiras, as arvores de grande porte. Fungos, liquens, bromélias e samambaias. Flores, frutos e sementes. Os animais; a vida microscópica, subterrânea e terrestre. Borboletas, besouros e outros insetos. Pássaros, lagartos , mamíferos silvestres e domésticos. Os sons e os cheiros da mata e dos campos.

Os ciclos biológicos - a formação da água, nascentes, riachos, cachoeiras, rios e as bacias hidrográficas. A decomposição e a recomposição das matas, as plantas pioneiras. Os diversos extratos arbóreos de uma floresta e as cadeias alimentares.

As ações que ameaçam nosso dia-a-dia no campo e as conseqüências em todos os lugares - desmatamentos, incêndios, erosão, poluição e contaminação ambiental. Sistemas agrícolas extrativistas, ultrapassados e predatórios.

O uso da terra pelo habitante das comunidades rurais - sistemas de agricultura alternativo, sistemas agroflorestais, a criação de animais domésticos integradas ao meio, o máximo proveito de todos os ciclos de cada produção, aproveitando os subprodutos e fazendo reciclagem de resíduos e diversos materiais, o uso de energias alternativas de baixo custo e não poluentes.


Nas atividades educacionais, ou seja , nos trabalhos com crianças e escolas, o SDC cede suas dependÍncias para que Grupos Especializados neste setor desenvolvam em parceria estas atividades.

Informações sobre os períodos de desenvolvimento
de atividades envie email para:

escolas@sitioduascachoeiras.com.br

____________________________________________________________
SDC - Sítio Duas Cachoeiras. Todos os direitos reservados.