.:.:. Educação .:.:.

ATIVIDADES EDUCACIONAIS

  Tecelagem
O PREPARO DA LÃ

A lã que será usada para a confecção de fios ou para outros tipos de trabalho, deverá passar por diversos processos de preparação para que possa ser melhor aproveitada e ter uma melhor qualidade.

1. LAVAGEM
Dependendo da qualidade e do estado da lã a lavagem é feita de varias maneiras:
- lavagem com água fria;
- lavagem com água fria e sabão neutro;
- lavagem com água quente;
A água deve ser quando fria sempre corrente, de rios ou de torneiras, sendo melhor as águas de rios naturais.
Durante a lavagem devemos estar atentos para que parte da lanolina seja retirada com a água, devendo permanecer sempre um pouco desta para que a lã não perca toda sua suavidade e elasticidade. A lã deverá ficar algum tempo de molho para facilitar a remoção da sujeira, que poderá ser retirada através de algumas batidas com um pedaço de madeira (terra e outras sujeiras). A lã não deve ser muito esfregada ou muito mexida, pois ficará enrolada, dificultando o trabalho lho de desfiar a mesma
O rendimento obtido após a lavagem da lã depende do estado de limpeza e da quantidade de suarda da lã, e varia em torno de 60% .
Depois de lavada a lã deve ser estendida de forma que seque muito bem antes de ser armazenada. Para guardar a lã limpa e seca , colocar algumas folhas de louro para auxiliar na conservação

2. CARDAR
A lã, para se transformar em fio, deverá passar pelo processo de cardação, que é oato de desfiar e pentear, para a mesma direção, as fibras da lã de ovelha.
O processo de abrir a lã com os dedos ajuda ao mesmo tempo a desembaraçar as fibras e a eliminar parte das impurezas que ainda ficaram.
Para cardar a lã, é utilizado um par de cardas fabricadas industrialmente. Colocam-se pequenas porções de lã na carda, previamente abertas com a mão, recobrindo-a inteiramente.
Com a segunda carda penteia-se essa lã, de modo que as duas cardas se encontrem voltadas para sentidos opostos, quantas vezes for necessário, até obter-se fibras agrupadas de tal forma que facilitam a fiação

 

3. A FIAÇÃO

A lã depois de desfiada ou cardada está pronta para a fiação.
Fiar é torcer ou reduzir a fio qualquer matéria filamentosa. Faz-se alongando e retorcendo suas fibras.
É a torção que confere ao fio resistência à tração, pois faz com que as fibras se apertem umas contra as outras.
Uma vez fiado, o fio é retirado e enrolado manualmente ou com uma máquina própria, ou enrolado na meadeira fazendo meadas para o tingimento.
Em todos os métodos as mãos desempenham função importante.
Com uma das mãos segura-se a lã cardada e com a outra movimenta-se a lã já determinando a espessura. Para fiar podemos usar vários métodos:

- fiação manual;
- fiação com fuso;
- fiação com roca manual;
- fiação com roca elétrica.

 

 
Informações sobre os períodos de desenvolvimento de atividades envie email para:
tecelagem@sitioduascachoeiras.com.br
escolas@sitioduascachoeiras.com.br

____________________________________________________________
SDC - Sítio Duas Cachoeiras. Todos os direitos reservados.